Mobilidade de Estágio ERASMUS+

Objetivos

  • Estagiar numa Empresa, em contexto real de trabalho, noutro país europeu;
  • Desenvolver aptidões específicas e transversais, incluindo as linguísticas, que melhorem o conhecimento da cultura económica e social de determinado país;
  • Adquirir novas qualificações e competências, numa experiência internacional, contribuindo para o futuro profissional do estudante ERASMUS+.

Elegibilidade

 Estudantes elegíveis:

  • Qualquer estudante de um país participante no Programa ERASMUS+, inscrito em qualquer ano de um ciclo de estudos do ISCAP.

Empresas elegíveis:

  • Qualquer empresa do sector público ou privado que exerça uma atividade económica, independentemente da dimensão, do estatuto jurídico ou do sector económico em que opere, incluindo a economia social (Ex: Universidades, Museus, Fundações, Câmaras de Comércio, Instituições de Solidariedade Social, Hospitais, Laboratórios, Clínicas, Editoras, Jornais, Rádios, Televisões, Ateliês, etc.).
  • Não é possível realizar estágios em Instituições e organismos da EU, ou que gerem programas da EU.

Duração

Entre 2 e 12 meses.

Reconhecimento

Antes do estágio no estrangeiro:

O/a estagiário/a, o ISCAP-P.PORTO e a instituição de acolhimento devem assinar um acordo de aprendizagem para fins de estágio (Plano de Estágio).

Nota 1: no caso de estágio curricular, deve selecionar-se as opções “Give a grade based on:   Final report ☐   Interview ☐” (esta última opção deve ser selecionada apenas se houver defesa pública do relatório de estágio). A  nota ficará, assim, registada no seu histórico académico e poderá também constar no Suplemento ao Diploma.

 Nota 2: no caso de estágio extra-curricular, os ECTS/a nota do estágio são registados no Suplemento ao Diploma.

O estagiário deve ler a Carta de Estudante Erasmus+ , para conhcer os direitos e obrigações relativamente ao período de estágio no estrangeiro.

Após o estágio no estrangeiro:

  1. A organização de acolhimento/empresa deve enviar ao estagiário e à sua instituição de ensino superior um certificado de estágio, normalmente no prazo de cinco semanas após a conclusão do estágio.

  2. No caso de se tratar de um estágio curricular, o/a estudante terá de elaborar um relatório de estágio, de acordo com o modelo ddisponível no ISCAP. Nalguns cursos há ainda lugar a defesa pública. Só depois a nota do estágio é lançada no seu histórico. No caso de se tratar de um estágio extra-curricular, o/a estudante deverá solicitar a inclusão do estágio no Suplemento ao Diploma.

  3. Se a instituição de ensino superior de envio estiver estabelecida num país do programa (ERASMUS+ ICM), as informações que figuram no certificado de estágio são, também, no suplemento ao diploma, exceto se o estagiário for um recém-diplomado. Neste caso, o estágio pode ser registado no certificado de mobilidade Europass do/a estagiário/a.